A situated learning na licenciatura de tradução e interpretação em Língua Gestual Portuguesa

Autores

  • Susana Barbosa Escola Superior de Educação do Porto

DOI:

https://doi.org/10.34630/pel.v1i4.4240

Palavras-chave:

Inovação pedagógica, Interpretação, Língua Gestual Portuguesa, Situated learning

Resumo

Através da situated learning a aprendizagem é entendida como uma abordagem dependente do contexto, em que os estudantes são expostos a ambientes de trabalho e tarefas da vida real, tanto dentro como fora da sala de aula. Sob essa abordagem, os estudantes da licenciatura de Tradução e Interpretação em Língua Gestual Portuguesa (TILGP) têm desenvolvido tarefas em contexto real. Propomo-nos a refletir sobre as perceções das vivências de 9 estudantes do 3.º ano da licenciatura de TILGP, da ESE do P.PORTO, relativamente à importância de atividades inovadoras que têm sido realizadas em contextos diversificados (como, Porto Legends - The Underground Experience; Nau Quinhentista e Alfândega Régia; espetáculo humorístico de Rúben Branco & Convidados; projeto de mestrado Museum Web Exhibition; Seminário - Violência Doméstica), ou seja, feedbacks que os próprios deram por escrito. Os dados recolhidos foram organizados em 6 temas, sendo todos eles positivamente associados à experiência de situated learning dos estudantes: desenvolvimento/enriquecimento, capacidades de tradução/interpretação, contextos das atividades, contextos de trabalho, ensino prático e futuro. Os estudantes reconhecem que esta forma de aprendizagem tem um impacto positivo em diferentes vertentes na sua formação académica, bem como contribui para a prática profissional futura.  

Downloads

Publicado

2021-11-30

Como Citar

Barbosa, S. (2021). A situated learning na licenciatura de tradução e interpretação em Língua Gestual Portuguesa . Revista Multimédia De Investigação Em Inovação Pedagógica E Práticas De E-Learning, 4(1), 23–32. https://doi.org/10.34630/pel.v1i4.4240