OS DESAFIOS DA TRADUÇÃO LITERÁRIA: UMA ANÁLISE DA TRADUÇÃO DE “MISS CLAIROL”, DE HELENA MARÍA VIRAMONTES

Autores

  • Priscila Campolina de Sá Campello PUC Minas
  • Gislene de Oliveira Torres PUC Minas
  • Carolina Coelho Francisco Rosa PUC Minas

DOI:

https://doi.org/10.34630/polissema.vi20.3730

Palavras-chave:

Literatura de imigrantes, Tradução Literária, Tradução livre

Resumo

Neste artigo, pretende-se realizar uma breve análise sobre o ato tradutório do conto “Miss Clairol”, de Helena María Viramontes. Partindo do princípio teórico da noção de tradução livre, sobretudo, como um processo essencialmente criativo, destacam-se as soluções dos problemas encontrados durante a leitura e a tradução do conto de Viramontes. O processo de tradução, na perspectiva linguístico-cultural, permitiu a produção de significados por meio de tomadas de decisões que pareciam as mais acertadas para que a expressão literária pudesse ser mantida na narrativa.

Downloads

Publicado

2020-12:-31

Como Citar

Priscila Campolina de Sá Campello, Gislene de Oliveira Torres, & Carolina Coelho Francisco Rosa. (2020). OS DESAFIOS DA TRADUÇÃO LITERÁRIA: UMA ANÁLISE DA TRADUÇÃO DE “MISS CLAIROL”, DE HELENA MARÍA VIRAMONTES. POLISSEMA – Revista De Letras Do ISCAP, (20), 159–177. https://doi.org/10.34630/polissema.vi20.3730

Edição

Secção

Estudos