A "PERFORMANCE" E O DESFAZIMENTO DO LOGOCENTRISMO NAS ARTES CÊNICAS

Autores

  • Tales Frey

DOI:

https://doi.org/10.34630/polissema.v0i12.3079

Palavras-chave:

performance, teatro pós-dramático, logocentrismo

Resumo

Neste artigo, pretende-se analisar a performance como um gênero artístico que exige uma reflexão em torno do ritual e das transposições dos atos cotidianos para o campo da arte, mas principalmente como uma manifestação que implica a inevitável consideração de que é um recurso cênico não mais calcado na palavra, funcionando como fator determinante para o teatro pós-modernista, que faz constante recusa ao texto em prol do chamado teatro pós-dramático.

Downloads

Publicado

2019-05:-03

Como Citar

Frey, T. (2019). A "PERFORMANCE" E O DESFAZIMENTO DO LOGOCENTRISMO NAS ARTES CÊNICAS. POLISSEMA – Revista De Letras Do ISCAP, (12), 255–275. https://doi.org/10.34630/polissema.v0i12.3079

Edição

Secção

Artigos