MUNDOS DENTRO DE UM MUNDO: REPRESENTAÇÕES INTERCULTURAIS NA POLÓNIA SOB A INFLUÊNCIA NAZI (1939-1942)

Autores

  • Nuno Neves Andrade

DOI:

https://doi.org/10.34630/polissema.v0i12.3078

Palavras-chave:

representação, discurso, relacionamento intercultural, ideologia

Resumo

Europa, 1939.

A Alemanha, sob a influência do partido Alemão Nazi, deu início a um confronto que mudou a face do mundo. Inicialmente os seus países vizinhos Europeus, depois alguns mais distantes e até o continente Africano sentiram o seu poder e tremeram de medo.

Medo, um sentimento tão poderoso que em pequenas quantidades, pode aguçar os sentidos mas que, em quantidades grandes, pode gerar pânico, suprimir o intelecto e até levar a negar aquilo que temos presente como verdades absolutas.

A Europa era uma mistura de culturas; até os próprios países eram uma mistura de culturas.

A Polónia era um desses países. Neste país, Polacos, Judeus, Ucranianos e Romanis viviam numa paz frágil mas duradora. Quando a II Guerra Mundial começou, as cidades polacas foram conquistadas uma após a outra e, uns após os outros, os seus cidadãos foram confinados à sua cidade para manter a ordem pública. Nesta época de incerteza e insegurança poderíamos pensar que todas estas culturas, diferentes nas suas fundações mas todas elas constituídas por seres humanos que respondem da mesma forma em situações desta natureza, sentir-seiam na necessidade de se juntar, deixar de parte as suas diferenças e tentariam fazer tudo o que estivesse ao seu alcance para assegurar aquilo que é a necessidade básica de qualquer ser humano: sobreviver.

A sobrevivência é o instinto mais básico atribuído ao ser humano. O medo de não ser capaz de sobreviver gerou algo que vai contra este tipo de certezas. Gerou ódio. Não ódio contra o inimigo comum mas sim uma cultura contra a outra. O exército Alemão Nazi foi implacável na sua marcha em busca do domínio total mas, em alguns casos, não foi ele apenas a face do terror.

O exército Alemão Nazi conquistava e seguia em frente, a caminho da próxima conquista, deixando governos de fachada para manter a ordem. O medo e o terror eram gerados por outrém. Um verdadeiro choque de culturas cujo resultado foi um dos maiores derramamentos de sangue na história do mundo civilizado.

Downloads

Publicado

2019-05:-03

Como Citar

Andrade, N. N. (2019). MUNDOS DENTRO DE UM MUNDO: REPRESENTAÇÕES INTERCULTURAIS NA POLÓNIA SOB A INFLUÊNCIA NAZI (1939-1942). POLISSEMA – Revista De Letras Do ISCAP, (12), 227–254. https://doi.org/10.34630/polissema.v0i12.3078

Edição

Secção

Artigos