Tecnologias de Produção de Frio

Estudo e Análise de Medidas de Eficiência Energética

  • Fernando Barrias Instituto Superior de Engenharia do Porto
  • Teresa Nogueira Instituto Superior de Engenharia do Porto
  • João Pinto SKK – Refrigeração e Climatização, Lda

Abstract

Ao longo dos últimos anos tem sido crescente a preocupação com os consumos energéticos, sendo necessário intervir de forma a reduzir os consumos e assim manter a sustentabilidade do planeta.
A indústria alimentar é dos setores mais importantes, sendo os sistemas de refrigeração os seus principais consumidores de energia elétrica (EE), ocupando assim a maior parte da fatia do consumo da instalação cerca de 75% [1]. Desta forma surge o presente artigo que pretende identificar oportunidades de eficiência energética na indústria alimentar, nomeadamente, no setor das carnes. Foram estudadas duas instalações e identificadas possíveis medidas de redução dos consumos de EE.

Author Biographies

Teresa Nogueira, Instituto Superior de Engenharia do Porto

Doutoramento em Engenharia Eletrotécnica e uma experiência de 20 anos de docência no ISEP.
Desde 2010 é diretora do curso de mestrado em Eng.ª Eletrotécnica ‐Sistemas Elétricos de Energia.
Áreas de trabalho: mercados de eletricidade, energias renováveis, eficiência energética e qualidade de serviço elétrico.
Trabalhou 5 anos como projetista de máquinas elétricas: transformadores e aparelhagem elétrica.

João Pinto, SKK – Refrigeração e Climatização, Lda

Licenciado em Eng. Mecânica na FEUP, tem um DES pelo Institut Français du Petrole, um MBA pelo então  Instituto Superior de Estudos Empresarias da Universidade do Porto tendo realizado várias formações executivas em diversas escolas, em particular, em Harvard,MIT e Insead.
Depois de ter sido consultor na Accenture, esteve 18 anos no Grupo Sonae onde foi administrador de várias  empresas, em vários setores de atividade e vários países.
Em Março de 2014 fundou a SKK, Lda empresa da qual é o CEO.

Published
2015-06:-12