Revisitação do Ensino da Contabilidade no Século XIX em Portugal

Uma Síntese

  • Cecília Duarte Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra
  • Ana Teresa Lopes Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra
  • Miguel Gonçalves Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra

Abstract

O presente artigo pretende dar a conhecer os acontecimentos mais relevantes do século XIX relativamente ao ensino da contabilidade. A pesquisa faz uso do método bibliográfico como método de eleição para a recolha de dados, privilegiando o recurso a fontes secundárias de informação, em particular livros, monografias e artigos de periódicos nacionais e internacionais. O texto expõe os principais traços caraterísticos da Aula do Comércio de Lisboa (fundada ainda na centúria de Setecentos), da Aula do Comércio do Porto, do curso de Comércio da Academia Politécnica do Porto, da Escola de Comércio de Lisboa e dos Institutos Industriais e Comerciais de Lisboa e do Porto. Também foi estudado um marco importante da disciplina: a entrada da contabilidade no ensino superior em Portugal. 

Author Biographies

Cecília Duarte, Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra

Estudante do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra

Ana Teresa Lopes, Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra

Estudante do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra.

Miguel Gonçalves, Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra

Docente no Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra. Licenciado em Organização e Gestão de Empresas (Universidade de Coimbra). Pós-Graduado em Economia (Universidade de Coimbra). Mestre em Contabilidade e Auditoria (Universidade de Aveiro).

Published
2017-07:-26
How to Cite
Duarte, C., Lopes, A., & Gonçalves, M. (2017). Revisitação do Ensino da Contabilidade no Século XIX em Portugal. Review of Business and Legal Sciences / Revista De Ciências Empresariais E Jurídicas, (28), 291- 307. https://doi.org/10.26537/rebules.v0i28.1025