Perceção do Clima Organizacional na Amarsul S.A

  • Elsa Maria Nunes Espírito Santo Instituto Politécnico de Setúbal – Escola Superior de Ciências Empresariais
  • Maria Odete de Almeida Pereira Instituto Politécnico de Setúbal – Escola Superior de Ciências Empresariais
Palavras-chave: Clima Organizacional, Motivação, Desempenho

Resumo

Este estudo designado por “Perceção do Clima Organizacional na Amarsul S.A.” tem como objetivo caraterizar o Clima Organizacional da empresa "Amarsul - Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos S.A." e como é que este afeta a Motivação e o Desempenho dos seus trabalhadores. O presente trabalho inclui uma revisão da literatura sobre os conceitos teóricos subjacentes, a caraterização da empresa e o estudo empírico. No sentido de aferir as variáveis supra referidas, elaborou-se um inquérito por questionário, composto por três escalas, respetivamente, sobre o Clima Organizacional, a Motivação e o Desempenho, acrescido de um conjunto de questões de natureza sociográfica. Trata-se de um estudo de natureza transversal e quantitativo. Para avaliar o Clima utilizou-se o Questionário de Avaliação do Clima Organizacional (Pereira, 2016). Esta componente conta com 11 subescalas, designadas, respetivamente: Condições de Trabalho, Carga de Trabalho, Chefe Direto, Informação, Decisões, Confiança e Apoio, Relacionamento, Salário e Recompensas, Igualdade, Inovação e Imagem da Empresa. Para avaliar a Motivação recorreu-se ao The Work Motivation Scale de Alderfer´s (1972); Trata-se de uma escala unidimensional constituída por 9 itens. Para avaliar a perceção de Desempenho procedeu-se à adaptação do Individual Work Performance Questionnaire (IWPQ) retirado de Measuring Individual Work Performance de Koopmans, L. (2014). Esta componente conta com 2 subescalas, designadas, respetivamente, por Desempenho da Tarefa e Comportamento Contraprodutivo no Trabalho. Participaram no estudo 101 trabalhadores da referida empresa. Relativamente aos resultados apurados, observou-se que as perceções do Clima Organizacional na empresa influenciam, significativamente a Motivação no trabalho, bem como o Desempenho ao nível das tarefas mas também os comportamentos perante o trabalho. No que diz respeito às dimensões mais e menos pontuadas, observa-se que a dimensão do Clima Organizacional que evidenciou uma perceção menos positiva foi a variável “Salário e Recompensas” seguida da “Carga de Trabalho”, no entanto, foram evidenciadas perceções acentuadamente positivas nas variáveis “Igualdade”, “Condições de Trabalho”, “Imagem da Empresa”, relação com a “Chefia Direta” e “Inovação”. Quanto à relação entre as variáveis Clima, Motivação e Desempenho, observa-se que o Clima influencia significativamente a Motivação e que tanto o Clima como a Motivação têm uma influência significativa sobre o Desempenho, embora de sentido inverso no que se refere à subescala do Desempenho designada por Comportamento Contraprodutivo no Trabalho. No que concerne às diferenças significativas entre grupos observou-se que os indivíduos com o 1º Ciclo do Ensino Básico e quem trabalha nas áreas da Compostagem e Central de Valorização Orgânica, revelam uma perceção mais positiva do Clima, ao invés dos seus colegas com o 2º Ciclo do Ensino Básico, bem como, os trabalhadores das áreas de Tratamento Mecânico e Combustíveis Derivados de Resíduos. No que se refere à Motivação observa-se que os participantes do sexo feminino e quem possui o 1º Ciclo do Ensino Básico pontuam mais esta variável, ao invés dos seus colegas do sexo masculino e de quem detém o 2º Ciclo do Ensino Básico. Quanto ao Desempenho, observa-se que os indivíduos que possuem uma antiguidade inferior a 3 anos têm uma perceção mais positiva, ao invés dos que possuem uma antiguidade superior a 16 anos e entre os 4 e 9 anos.

Publicado
2018-11:-14
Como Citar
Espírito Santo, E. M. N., & Pereira, M. O. de A. (2018). Perceção do Clima Organizacional na Amarsul S.A. Investigação E Intervenção Em Recursos Humanos, (7). Obtido de http://parc.ipp.pt/index.php/iirh/article/view/2614