O papel dos estágios profissionais na formação e inserção dos diplomados do ensino superior: o caso do Programa InovContacto

  • António José Almeida
  • Natália Alves
  • Maria Amélia Marques
  • José Rebelo dos Santos

Resumo

Desenhado para promover a internacionaliação das empresas portuguesas e simultaneamente apoiar a formação e a inserção profissional de jovens com qualificação superior em contexto internacional, o Programa InovContacto tem-se vindo a afirmar como uma medida de política activa de emprego cujos resultados positivos têm vindo a ser reconhecidos pela continuidade do Programa, pela elevada procura social de que tem sido objecto e pelo reconhecimento público que tem granjeado.
Com esta comunicação propomo-nos discutir os objectivos do Programa InovContacto, no quadro das políticas públicas de emprego, bem como realizar um balanço da experiência acumulada ao longo das 18 edições já concluídas. Para a concretização destes objectivos recorremos a uma metodologia qualitativa de natureza exploratória que tem por base a análise de conteúdo da legislação que regulamenta o Programa e os relatórios oficiais, bem  como a análise descritiva dos dados estatísticos disponibilizados pela AICEP.
Os resultados obtidos a partir da análise e discussão dos dados empíricos permitem-nos concluir que estamos perante uma medida de política pública de emprego com forte adesão quer por parte das empresas quer dos diplomados, cujos resultados, apesar do seu carácter elitista, evidenciam uma forte capacidade de promover a empregabilidade dos estagiários ao constituir-se numa experiência cultural marcante na trajectória de vida dos seus participantes.
 
Publicado
2016-01:-29
Como Citar
Almeida, A., Alves, N., Marques, M., & Santos, J. (2016). O papel dos estágios profissionais na formação e inserção dos diplomados do ensino superior: o caso do Programa InovContacto. Investigação E Intervenção Em Recursos Humanos, (6). https://doi.org/10.26537/iirh.v0i6.2375