Os novos desafios da Comunicação na Sustentabilidade e na Responsabilidade Social Interna das Organizações

  • Nelson António Martins Gonçalves Marujo Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE – IUL)
  • Sandra Miranda Escola Superior de Comunicação Social – IPL e CIES-UL

Resumo

Atualmente, regista-se uma maior consciência a nível económico, social e ambiental, através das práticas de Sustentabilidade e Responsabilidade Social das Empresas (RSE). Procurando excelência, adotam comportamentos coerentes e transparentes na criação de valor, para si e para com todos aqueles com quem se relacionam. Consequentemente, a comunicação assume um papel importante nesta relação, uma vez que potencia vantagens competitivas, às organizações que fomentem aquelas práticas, melhorando o seu posicionamento, imagem e reputação (Orlitzky et al., 2003).
No entanto, as organizações de hoje, não têm garantias que os seus stakeholders, recebam, aceitem ou percecionem os seus atos comunicativos de acordo com o esperado. Têm de ter em conta os aspetos relacionais, os contextos, as condicionantes internas e externas, bem como a complexidade de todo o processo comunicativo. Kunsch (2014) propõe uma reflexão sobre a comunicação nas organizações no sentido mais amplo lançando o repto de que se analise o papel das organizações no contexto da sociedade actual, nas suas transformações, implicações e novas exigências.
Através da comunicação daquelas práticas nos diferentes stakeholders o impacto é grande. Por sua vez, a boa imagem criada através da RSE e Ambiental permite uma melhor gestão em caso de crise, uma vez que a sociedade poderá aguardar por explicações antes de julgar, enquanto os colaboradores orgulhar-se-ão da empresa, empenhando-se mais e transmitindo uma imagem positiva para o exterior (Carlesso e Riffel, 2012; Leite e Rebelo,2010). Por sua vez, os colaboradores devem ser mobilizados, pois espera-se que valorizem e atuem como embaixadores da organização (APCE, 2011).
Seguindo as recomendações da literatura da especialidade, o presente estudo tem como principal objetivo efetuar uma reflexão teórica sobre a importância crescente que a comunicação das políticas de RSE e Sustentabilidade assume para a dinâmica e eficácia empresarial, assumindo-se que as organizações devem informar e integrar uma política de diálogo e transparência, para que o tema seja absorvido por todos, ao mesmo tempo que contribui para um aumento da sua credibilidade organizacional.

Publicado
2016-01:-26
Como Citar
Marujo, N., & Miranda, S. (2016). Os novos desafios da Comunicação na Sustentabilidade e na Responsabilidade Social Interna das Organizações. Investigação E Intervenção Em Recursos Humanos, (6). https://doi.org/10.26537/iirh.v0i6.2277