A praxis do terminólogo. À procura de um espaço conceptual intersubjectivo

  • Joana Castro Fernandes ISCAP| CEOS.PP | NOVA CLUNL
Palavras-chave: terminólogo, especialista de domínio, conhecimento especializado, texto, estratégias de elicitação

Resumo

Nesta reflexão, perspectiva-se que o trabalho do terminólogo implica, a par da análise de corpora textuais e de procedimentos de acção-reflexão introspectivos e autónomos, o desenvolvimento de estratégias de elicitação do conhecimento tácito, através da interacção e da negociação discursivas com o especialista do domínio em estudo. Defende-se, por isso, que as estratégias de interacção entre terminólogo e especialista de domínio merecem atenção detalhada, pelo facto de se reflectirem com expressividade na qualidade dos resultados obtidos. Como consequência, defende-se a produtividade de uma relação diádica que transcende a mera mediação, competindo ao terminólogo afirmar-se como sujeito conceptualizador, decisor e interventor em todas as fases de um processo de representação do conhecimento através da língua.

Publicado
2017-11:-01
Como Citar
Fernandes, J. C. (2017). A praxis do terminólogo. À procura de um espaço conceptual intersubjectivo. POLISSEMA: Revista De Letras Do ISCAP, (17), 73-90. Obtido de http://parc.ipp.pt/index.php/Polissema/article/view/2734
Secção
Artigos