Angélica : a mulher, o mistério e a morte, reencarnada cinquenta e seis anos depois

  • Ana M. M. Santos Universidade da Beira Interior
Palavras-chave: Manoel de Oliveira, Angélica, O Estranho Caso de Angélica, códigos técnico-compositivos, códigos semântico-pragmáticos

Resumo

Neste artigo, teço uma análise comparativa entre o guião Angélica, escrito pelo realizador português Manoel de Oliveira, e o filme que este fez, baseado no referido argumento, 56 anos depois. Para tal, examino os códigos técnico-compositivo e semântico-pragmático tanto do texto literário como do cinematográfico, estabelecendo relações significativas, semelhanças e diferenças entre ambos, no contexto da transposição intersemiótica. Neste sentido, recorro a outros filmes, a entrevistas concedidas por Manoel de Oliveira e à opinião de vários especialistas.

Publicado
2017-11:-01
Como Citar
Santos, A. M. M. (2017). Angélica : a mulher, o mistério e a morte, reencarnada cinquenta e seis anos depois. POLISSEMA: Revista De Letras Do ISCAP, (17), 15-31. Obtido de http://parc.ipp.pt/index.php/Polissema/article/view/2731
Secção
Artigos